Um lugar para os que são, os que ainda não são e os que não vão chegar a ser, conversarem e trocarem experiências.

Monday, August 13, 2007

O(um) fim



*”Eu dava um cavalo branco para ele, uma espada, dava um castelo e bruxas para ele matar, dava todas essas coisas e mais as que ele pedisse...

- Mas e aí, deu certo não?
- Deu certo sim.
- E cadê ele?
- A gente é muito escravo de certos conceitos românticos, sabe?
- Hein? Tá bebo já, nojento?
-Em parte.
-Então me explica melhor...
-Deu certo pelo tempo que tinha que dar. A gente teve bons momentos no começo, mas é que fomos vendo que estamos em momentos diferentes nas nossas vidas, sabe?

...fazia com a areia, com o sal, com as folhas dos coqueiros, com as cascas dos côcos, até com a minha carne eu construía um cavalo branco para aquele príncipe...

- Saco.
- Pois é. Nem ele quer mudar, nem eu quero abrir mão de certas coisas que construí pra mim a tanto custo, sabe?
- Sei.
- Acabamos nesse mês umas duas vezes já, todas por conta de bobeira dele.
- Er..assim...mas “alguém” foi jantar com o ex, né?
- Isso não vem ao caso!
-Certo...
- Vai deixar eu continuar a sessão de terapia?
- Vou. Mas eu cobro por hora, viu?
- Uhm.
- Continua, desculpa.
- Assim, eu cheguei a pensar que fosse culpa minha, mas de repente ele passou de “eu te amo” pra esse “não quero abrir mão de certas coisas”. Tivemos uma conversa bem barra esses dias.
- Entendo.
- Ele precisa da vida que leva, não quer estresse. E eu não to disposto a abrir mão...
- Isso você já disse.

...“Mas ele não queria, acho que ele não queria,...”

- Pois é. Aí recebi uma mensagem na mesma noite em que acabamos. Voltamos. Revemos alguns pontos de vista e eu tive um vislumbre da vida que teria de acordo com as regras dele.
- E aí?
- Terrível. Quero nada.
-Eu entendo.
- E ficamos assim. Ele me mandou uma "mensagem de fim", acredita? Respondi com uma quase carta.
-Que maduro da parte dele.
- Deu quase cinco mensagens de celular...Enfim. Cá estou! Cá estamos!
- Mas como você tá agora?

...e eu não tive tempo de dizer...

- Com saudade, não vou mentir. É muito gostoso receber mensagens de bom dia, ter atenção, carinho. Mas acho que eu sinto falta da situação, sabe? Não especificamente dele. Da pessoa dele.
- Pode ser.
- E eu mereço não, né amigo? Fala a verdade!
- Merece nada.
- Vou passar por uma abstinênciazinha, e depois... Passa, né? Se consegui me desvencilha...desvenc..vencilh..ai!
- Bêbo veio!
- Se consegui me livrar do espírito do outro, do anterior, um cara que me tratou super bem por três anos, por que não vou conseguir me livrar desse aqui, que em pouco mais de um mês me levou do céu ao inferno? Né?
- Muito bem, amigo! Bola pra frente!
-Só porque ele tem uma bunda imensa ele pensa que...Ai, que bunda, amigo...
-Ah, David, deixa pra lá a bunda do cara, ele não te faz bem, não é uma bunda que...
-Tô falando da dele não, doença, olha a bunda imensa que vem chegando!!!
-Ai, amigo, você não tem jeito!
-Graças a Deus!
-Bola pra frente!
-E canta pra subir!

...que quando a gente precisa que alguém fique a gente constrói qualquer coisa, até um castelo.”




* (O mar mais longe que eu vejo - Inventário do Ir-remediável. Caio Fernando Abreu)

7 Comments:

Blogger spaulo, brasil said...

curti seu blog, valew!

7:19 AM

 
Anonymous Garçom said...

Ah, passa, uma hora passa. Uma hora passa uma bunda melhor que te vira a cabeça, e, de quebra, o coração.

2:55 PM

 
Blogger FOXX said...

ow
q pena
mas haverão outros
e outras bundas
hauahau

5:00 PM

 
Blogger hotspot_fortaleza said...

"TUDO PASSA, ATÉ UVA PASSA"

BEIJOS







http://hotspotfortaleza.blogspot.com/

5:45 AM

 
Blogger Adso Eco said...

Eu sei bem como se sente, passei uma semana no céu e dois meses no inferno.
O que aprendi?
Que vale a pena a experiência e que não vale a pena ter medo de se entregar outra vez, e se for preciso mais outra e mais outra e mais outra ainda.
Porque senão a vida não tem graça, se arrasta e se torna apenas mais uma repetição de dias e rotinas cansativas.
Pensa nisso...

12:44 PM

 
Anonymous Lyna said...

e bola pra frente q atras... enfim...
=**

10:05 AM

 
Blogger Lyginha said...

pense assim..como diz a música da vanessa da mata e do ben harper..que virou pra mim quase um mantra...

"mesmo que, se segure
quero que se cure
dessa pessoa que o aconselha
há um desencontro
Veja por esse ponto
Há tantas pessoas especiais(...)
There are so many special pleople in the world"

Tem tantas outras pessoas especiais no mundo..pra que se preocupar com uma!?!?!?!?

11:33 AM

 

Post a Comment

<< Home