Um lugar para os que são, os que ainda não são e os que não vão chegar a ser, conversarem e trocarem experiências.

Friday, May 04, 2007

Se joga!



É. Confesso. A-d-o-r-o mulher bagaça.
Por mais empolgação que eu sinta ao ver a Bündchen desfilando para a Victoria´s Secret, nada, nada, se compara ao prazer de ver uma diva se esculachando depois de tomar (ou cheirar) algumas doses a mais.
Eu tinha só oito anos, mas já enlouquecia ao ver Heleninha Roitman enrolando a língua e tropeçando nos tapetes. Algum tempo depois Luana Piovani me encantou falando todos os palavrões do mundo sem medo de ser feliz, passando chifre a torto e a direito e descendo o cacete no paparazzi que a perseguiu, enquanto Vera Fischer se destruia nas boates gays. Naomi! Como esquecer Naomi Campbell há pouco tempo indo cumprir a sua pena de serviços comunitários usando um casaco de peles fabuloso? A ex-miss do Big Brother (qual o nome dela mesmo?)! Quase um metro e oitenta de mulher moooorta de embriagada, arrotando! Pra falar a verdade o BBB tem sido um viveiro sem fim para a observação das bagaças. Nem que eu viva trezentos mil anos, nunca vou me esquecer de Grazi despejando garganta abaixo, diretamente do “gargalo”, uma lata de leite condensado. Só faltou a legenda: “Foda-se! Sou uma diva!”. Gordinhas de plantão, estrebuchai!
De uns tempos pra cá, porém, as minhas preferências andavam meio órfãs. Perdidas entre ajuda às crianças fanhas da Indonésia, à proteção do meio ambiente e ao casamento sem swing, andavam as divas. Lindas, insípidas, e absolutamente chatas, ousavam até tons pastéis na noite do Oscar, vejam que pecado!
Mas Londres ouviu meu clamor, e o mundo da música, celeiro das maiores divas, ou da maior delas (preciso nem falar, né?), produziu uma cantorinha de vinte e três anos, cabelos negros, magra, tatuada, com feições árabes, e como não poderia deixar de ser, maravilhosamente alcoólatra!
Senhoras e senhores: Amy Winehouse! A pessoa com um sobrenome assim, não poderia cantar em coro de igreja, não é mesmo? Mas a mocinha (cof cof) não se contentou apenas com o sobrenome. Passando por cima de toda a frescurada do show business, Amy tem pisado firme (com belíssimos saltos, diga-se de passagem) em cima de velhos parâmetros.
Agora imaginem a minha alegria ao ouvir dos seus lábios um refrão que diz: “Eles tentam me fazer ir à reabilitação, mas eu digo não, não, não!”. Por muito pouco não ergui um altar em meu quarto, com direito a oferenda de cana e tudo!
Nas minhas buscas pelo youtube, encontrei um show ao vivo com a chata da Charlote Church. Lembra não? Aquela menininha da abertura de Terra Nostra. Ela cresceu. Também pros lados, e muito! É simplesmente impagável a cara da pobre coitada dividindo os microfones com Amy, num cover de Beat It, Michael Jackson. Charlote, constragida até a última celulite, é simplesmente massacrada pela voz da nossa “winewoman”, que de tão bêbada, não consegue nem cantar a letra direito.
A mais recente da moça foi o cancelamento de dois grandes shows em Londres. A explicação veio depois: “Tomei um porre, caí e quebrei um dente da frente. Tinha um buraco enorme na minha boca”, disse ela à revista Rolling Stones. Ah, mulheres!
É por isso que eu digo: não que a gente vá viver de beber todas, mas enfiar de vez em quando o pezinho descalço na jaca, porque você perdeu o sapato em algum lugar, não tem preço! E daí que alguém tá olhando? Fecha os olhinhos, reza pra Campell e diz o mantra: “Foda-se. Sou uma diva!”.
E sobe a música!

5 Comments:

Blogger Ricardo Mantler said...

Por muito pouco não ergui um altar em meu quarto, com direito a oferenda de cana e tudo!

Em homenagem a você, claro!

Adorei o texto!

3:42 AM

 
Blogger FOXX said...

hehehe
elogios do mantler sao grandes elogios...

entaum vou aqui
esconder os meus
falando baixinho tá?

adorei o texto...


agora qndo vc vai me informar quem vc é? hauahauhaua estou curioso, até preocupado... hauahauhaua

9:53 PM

 
Blogger Moura ao Luar said...

Beijo

9:17 AM

 
Anonymous Vitor said...

Cara, uma vez uma cantora teve aqui perto da minha cidade e tava tão drogada que enxugava o suor na tualinha de mão, e chegou a enxugar a perequita (ela estava de saia) e jogou a toalha pra platéia! Ela é muito bagaça mesmo!

2:20 PM

 
Blogger Chica said...

hummm
de repente inspiração praquele nome de blog
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
ai, que bom que resolvi te ler hoje querido
sempre delícia
te adoro

6:56 PM

 

Post a Comment

<< Home