Um lugar para os que são, os que ainda não são e os que não vão chegar a ser, conversarem e trocarem experiências.

Tuesday, August 02, 2005

Experimenta!








- Pára!

O grito me fez arregalar os olhos, perdendo toda a concentração.

- Tá doido? Eu ia mordendo o teu pau! Que susto da porra!
- A gente precisa parar agora! Eu tenho que ir embora!
- Por quê?
- Eu não sei como te falar isso, mas...eu não sou gay!

Bem, toda vez que eu me gabo de conhecer pelo menos em grande parte a alma masculina, a galera fica meio despeitada. Mas quando vi aquele rapazinho ali, todo arrumadinho, suando feito uma chaleira, me esperando em frente ao cinema do shopping, exatamente no lugar onde tínhamos marcado, bem na hora certa, pensei cá comigo:

“Bom demais pra ser verdade.”

Tudo bem que ele até demorou pra surtar. Saímos algum tempo juntos sem neuroses, sem problema nenhum. Lugares abertos, lugares fechados, lugares cheios, lugares desertos, tudo ia às mil “magavilhas”. Quando eu já estava quase chamando o moço pra dividir um apartamento e adotar uma criança, ele me vez com essa. Mas eu não adquiri toda a minha experiência perdendo a calma. Nestas horas existem duas opções. Você pode dizer:

“- Que é isso, cara?! Eu estou te chupando aqui já faz um tempão. Bem que você gostou, chega tava revirando os olhos! E você me chupou também, lembra? Claro que mordeu um pouquinho, tudo bem, você é um iniciante. Mas um gay iniciante! Deixa de frescura! E baixa logo esta cueca!”

Nestes casos, a chance do cara desaparecer e tentar suicídio depois são imensas. A sinceridade foi feita pra final de filme na sessão da tarde. Não recomendado. Mesmo. Pelo menos agora. A não ser que você queira se livrar do caba, aí é batata! Mas se estiver interessado em manter o doidinho (neste caso literalmente) ao teu lado, pelo menos por algum tempo, peça desculpas à todos que saíram do armário antes e diga ao rapaz com a maior cara de pau:

- Gay? Que é isso, porra! Nem eu! Tá doido?
- Sério?
- Claro! As pessoas são muito preconceituosas! Só porque eu estou aqui na cama, nu com você, sou logo chamado de gay? Que país é este? Pra onde nós estamos indo, meu Deus do céu? Estamos apenas experimentando...
- Pôxa, se é assim, pode continuar que tava uma delícia! Ei, e este dedo?
- Estou apenas experimentando, relaxe...
- Jura?
- Claro, fecha os olhinhos e abre as perninhas que vai dar tudo certo...
- Mas vai com calma que eu sou virgem, viu?
- Eu também!
- Sério?
- Claro...

Perdoem-me Luiz Mott, Oscar Wilde, Morrissey e toda a geração das antigas, mas, como dizia minha mãe, doido não é bom a gente contrariar não!


4 Comments:

Anonymous Mr. Summers said...

Se eu tivesse lido esse post antes, tinha tido bem menos dor de cabeça no passado! Heheheh
Beijo!

7:17 PM

 
Anonymous Daniele said...

David,

Isso aconteceu contigo ou com um amigo seu? É hilário, fiquei lendo e imaginando a cena. Palavras e atitudes certas na hora certa!!!

8:28 PM

 
Anonymous Carlos Fonseca said...

Omi perfeito o texto! Sou fã de vc e do seu blog...
Vou te linkar ao meu.
Abraço
Carlos

10:57 AM

 
Anonymous Thallisson Lopes - Epifania de Pandora said...

Rapaz, li quase todas tuas postagens, uma das melhores pra mim foi o Miolo de Pão, um amigo me enviou e eu fiquei apaixonado (Pisciano é sempre assim, graças a as contelações meu Ascendente é Leão)(risos)Bom, seus textos são nota Dez, mas esse aqui me arrancou muitas risadas, lembrei até de uns casos que utilizei a segunda metodologia (risos maiores). Bom, continue escrevendo tão bem, Merci Delight.

1:26 PM

 

Post a Comment

<< Home